21 de outubro de 2007

Isaías, o meu ídolo de infância.





Download do video aqui.

O jeito que este nos dava hoje em dia, não era?

Depois do video do 6-3, e principalmente depois de nova demonstração cabal da falta de classe de grande parte do nosso plantel no jogo de ontem, achei chegada a altura de apresentar a minha humilde homenagem ao jogador que mais admirei até hoje.

O video é muito básico, simplesmente juntei alguns dos melhores e mais famosos golos do Isaías ao serviço do Benfica, ao som de Samba pa ti do Carlos Santana.

Mas o que quero mesmo falar é do Isaías. De certeza que quando éramos miúdos passávamos todos pelo mesmo: no recreio da escola, perfilados em linha, éramos escolhidos um a um. Havia sempre o temor de sermos os últimos a ser escolhidos, mas a mim felizmente chamavam-me sempre a meio do processo (o que demonstra que não era, nem sou, nenhum talento, mas também não sou propriamente um tosco - garanto-vos que remato muito melhor que o Bergessio! Alguém me explica que técnica de rugby é aquela que ele usa para os remates???).

E depois disto havia sempre o "e quem és tu?". E eu era sempre o Isaías. Sempre! (e o problema é que mesmo depois do Isaías sair do Benfica, eu queria continuar a ser o Isaías, o que me garantia sempre alguns atritos com os amigos que não percebiam porque não escolhia o João Pinto ou o Cannigia ou o Valdo ou o Donizete...)

E quantas vezes em campo (leia-se recreio ou rua ou pedaço de terreno cheio de pedras e terra) não dei comigo de peito para fora, a olhar de cima para baixo o adversário, e pronto a chutar um pontapé-canhão que curiosamente também ia muitas vezes parar ao 3º anel :-).

O Isaías era um jogador especial. E destinado aos momentos especiais. Já repararam que ele marcou 2 golos no mítico jogo de Highbury? E que marcou um fabulástico no memorável jogo no Bessa? E um na vitória sobre o Parma? E outro (grande pontapé-canhão!) no 3-3 nas Antas? E aquela finta ao Fernando Couto? E claro, mais 2 golos no seis a três. E neste jogo, existe um pormenor, que o Pedro Neto já chamou à atenção nos comentários ao video, que é a forma como ele festeja o 4-2. Vão até ao minuto 5:27 do video e vejam-no. É fabuloso, é a plena representação do que os jogadores foram naquela maravilhosa noite de 14 de maio de 1994: verdadeiros diabos à solta!

E no melhor momento desportivo da minha vida (se é que assim se pode chamar eheh), foi assim que eu festejei. No último dia de aulas da 4ª classe (e no ano seguinte eu mudei de escola e portanto a coisa era mesmo definitiva) foi organizado um jogo entre Benfica e Sporting, isto é, entre os rapazes que eram adeptos do Benfica e os que eram adeptos do Sporting.

Fomos todos vestidos com as camisolas dos respectivos clubes e a poucos minutos do fim estava 3-3. Até que eu peguei na bola, fintei 3 ou 4 lagartos e marquei o golo da vitória! E assim que marquei, virei-me para trás, dobrei um pouco as costas, coloquei as mãos à frente da cabeça, e como se um diabo fosse, festejei igualzinho ao Isaías :-).


Bom, já chega de recordações e lamechices :-). Viva o Isaías e tudo o que ele representou para mim!

Ps: Às vezes pergunto-me quem fará as vezes de Isaías para os míudos benfiquistas de hoje em dia? Talvez o Rui Costa, não é? Mas e tirando esse, quem sobra? Pois...é pena...




Foto retirada de SL Benfica Imagens Retro. Aí está o Isaías de peito para fora e pronto a lançar o pontapé-canhão :-)

28 Comentários:

JonasThern disse...

Grande, grande Isaías! O meu ídolo está bom de ver que era não é? Mas este Isaías era qualquer coisa de soberbo! Um enorme jogador! Sem palavras para descrever este fantástico jogador! Os miúdos de hoje em dia nunca viram um Benfica à Benfica, e provavelmente os ídolos serão Rui Costa ou Di Maria. Comparar este plantel ao do Isaías é de facto um crime! Deste, apenas Rodriguez, Katsouranis, Luisão, Petit, Di Maria e possivelmente Adu poderim sonhar fazer parte do grande Benfica do início da década de 90. Outros tempos.

abidos disse...

Já discuti este assunto com outros Benfiquistas, mas não chegamos a acordo, mas eu sou defensor, que deveria haver no SL Benfica, um sistema, tipo Hall Fame, como existe no desporto Americano. Seria complicado escolher quem devia entrar, ou quem não deveria entrar, mas acho que os beneficios seriam maiores, do que as potênciais injustiças.

E claro o Profeta ISAIAS, estaria nesse HALL FAME, de caras, como um dos maiores de sempre....

abidos disse...

Marcou, muitos, e grandes golos, mas o da Taça contra o FCP, depois de passar o Fernando Couto, foi para mim o maior, estava ali bem perto, nos NN, e depois de uma viagem super atribulada. Primeiro faltar às aulas, depois com uma viagem de comboio, e ainda uma longa viagem de carro, chegar ao estádio com filas enormes nas bilheteiras, já que o jogo foi a uma quarta-feira à tarde, e ninguém estava à espera de encher o estádio. O nosso premio foi ver, o Fernandinho IRADO, por ter sido ultrapassado, daquela forma tão humilhante !!!

vitorpaneira7 disse...

Simplesmente o Profeta dos golos, da raça, da fé e do Benfica

Quetzal Guzman disse...

Qual básico. O vídeo é excelente! ;)

Pedro Neto disse...

Adoro o Isaías. E este post está soberbo, Bakero.

Passe a publicidade mas, para quem gosta do "Profeta", estejam atentos ao Encarnados nas próximas semanas. :)

EdgeHead disse...

Gostei da ideia do abidos ;)

Muito bom o vídeo Bakero

Cristina disse...

Bom, começo por responder à tua pergunta final, para os miúdos de hoje restam Rui Costa, Moreira, Petit, Luisão, Léo, Nuno Gomes - todos eles sentem a mística do clube.

O Isaías era, de facto, um grande jogador. Deixava tudo em campo: a sua raça, a sua classe, o seu crer, o seu benfiquismo. Lembro-me perfeitamente da forma como festejou o golo em Alvalade e reparei logo na altura. Festejou como um diabo que era e que nunca, mas nunca deixou de o ser.

Infelizmente, graças ao Artur Jorge e ao Damásio, saiu mal do Benfica (à semelhança do Paneira),mas nem assim deixou de ser do Benfica. Uma vez, quando jogava no Campomaiorense, recebeu o Porto e empataram o jogo depois de terem estado a ganhar. Ainda hoje recordo as suas palavras no final: "Nós já fizemos o nosso trabalho, agora é só preciso o Benfica fazer o seu."

No 3-3, lembro de o Isaías falar da vergonha que era quando se jogava nas Antas. De cada vez que estávamos a vencer, o sr árbitro lá inventava qualquer coisinha...

GRANDE ISAÍAS!

Bakero disse...

"Infelizmente, aqui dentro é muito difícil...há sempre coisas extra-futebol que acabam por fazer do espectáculo uma grande porcaria!".

Acho que nunca ouvi nenhum jogador a falar tão bem após um jogo nas Antas, cristina :-).

Adriano Costa disse...

grande jogador e grande senhor

red rocket disse...

O "Profeta", claro, era um ídolo... naquela equipa tínhamos vários. Isaías era especial, capaz de momentos sublimes, em técnica ou em força, era especialíssimo... pena não teres aí aquele golo (julgo que fez 3 nesse jogo...) nos 5-0 ao Dinamo de Kiev na 1ª Liga dos Campeões, com apenas 8 equipas, dois grupos e os primeiros na final... mais nada:)

D'Arcy disse...

Sempre tive uma relação de amor/ódio com o Isaías. Ele era capaz de me fazer perder as estribeiras, tomava decisões absolutamente inacreditáveis, como rematar de ângulos impossíveis ou de distâncias disparatadas quando tinha colegas melhor colocados. Mas depois de repente assinava obras de arte vindas do nada, e eu perdoava-lhe tudo. Tenho saudades do 'Profeta'. Sempre pensei que se ele tivesse chegado mais novo ao Benfica, poderia ter sido uma figura muito mais notável no futebol internacional.

Visconde de Alvalade disse...

Um dos meus jogadores preferidos... O jogador que mais me fazia lembrar o Isaías em anos recentes, já não está no Benfica. Chamava-se Miccoli, posição diferente, mas também com uma barriguinha :) Daqueles que levava os adeptos aos arames (neste caso nao por decisões erradas, mas por mais uma lesão), mas que assim que voltava nos deliciava com mais momentos de magia...

A equipa de 92-93, que graças ao Ivic não foi campeã, constituiu o melhor plantel que eu alguma vez vi no futebol português, e dificilmente verei outro tao bom. E a final da taça de Portugal dessa época é das melhores demonstrações de futebol que se pode mostrar a uma criança para que vejam o que é futebol!

arrebumbas disse...

Querem rir?!
Nada melhor para começar o dia:

http://www.youtube.com/watch?v=V57vUkj9jl4

Benfica Sempre, mesmo depois da morte!
Morte aos Andrades!

Luís disse...

belo blog o teu, amigo benfiquista. como a minha febre vermelha, trespassou para a net, ontem pus online um blog dedicado ao glorioso. passa por lá. http://cantodoglorioso.blogspot.com
saudações benfiquistas

Paulo disse...

Que saudades do ISAÍAS!
Um jogador que rematava, rematava, rematava, rematava...
À conta dele o Benfica acabava os jogos com a estatística de remates a seu favor. Quase sempre.
Concordo contigo, tirando o Rui Costa, quem mais para ser o ídolo dos mais novos?

T-Rex disse...

Potência, Abnegação, Técnica e uma vontade enorme de ganhar - SEMPRE!
Assim era Izaías (com "z", tal como consta do seu B.I.).

Obrigado por tudo, Profeta!

Vedeta ou Marreta ?

Pelicano disse...

O Isaías, para além de ser um grande jogador, aparecia sempre nos momentos mais complicados.
Na altura, eu tinha sempre grandes discussões com quem o atacava. É a prova que, nessa altura, ainda éramos verdadeiramente enormes. Hoje em dia, qualquer badameco que dê um pontapé numa bola é logo elevado à condição de "um dos melhores de sempre".

"Benfiquistas desde pequeninos"
http://pelicanobenfica.blogspot.com

Pelicano disse...

E acrescento. O melhor "manguito" que vi até hoje foi o seu golo ao porto (o do empate, 1-1 a poucos minutos do final) quando o criminoso Artur Jorge o andava a encostar.

"Benfiquistas desde pequeninos"
http://pelicanobenfica.blogspot.com

Pedro disse...

Grande Isaías! Tanto no Boavista como no Benfica fez jogos memoráveis. Eu era grande admirador dele, ao ponto de até, blasfémia, vibrar com os golos dele no Benfica (menos os que marcou ao Boavista, uma verdadeira traição!)

HuGuiTu disse...

Que o Cardozo veja este filme SFF!! ;)

Gustavo disse...

Antes de mais, quero felicitar-vos por este excelente trabalho. Parabéns. Este blog está fantástico.
Tenho 25 anos e sou um benfiquista ferrenho, e a coisa que mais gostava quando era novo era ir ao Estádio da Luz (sei que o estádio novo é essencial para a vida do clube, mas não se compara com o Nosso “velho” Estádio da Luz) ou qualquer que fosse o estádio em que o Benfica jogava, já que o meu pai levava-me e ia com um grupo de amigos a praticamente todos os jogos da época. Mas, desde a época 89/90, ir ao Estádio da Luz numa tarde de domingo de sol era a coisa mais especial. Por isso mesmo fiquei em êxtase quando vi o espólio de vídeos e fotos raras que vocês têm relativos ao fim da década de 80, início da década de 90, que é a fase da vida do Benfica que mais me fascina.
Adiante, venho comentar este post porque, tal como tu, o meu ídolo de infância também é o Isaías. Eu nunca vi o Eusébio a jogar ao vivo, mas pelas imagens que já vi, acho que o Isaías foi o jogador mais parecido com o Pantera Negra, salvo as devidas diferenças. Então agora é a altura de completar: ir ao Estádio da Luz numa tarde de domingo de sol era a coisa mais especial, e perfeito mesmo era quando o Isaías era titular. Quando via o Profeta no 11 inicial num panfleto da FNAC que davam à entrada do recinto do estádio ficava nas nuvens. Este vídeo mostra alguns dos melhores momentos do nosso Isaías, quando arrancava com a bola, passava por quem lhe aparecesse à frente e rematava com o direito ou o esquerdo. Mas há outros momentos que também devem ser recordados. Lembro-me de um na Madeira, contra o União, em que o jogo estava complicado e de repente o Isaías faz uma jogada espectacular à entrada da área e disfere um dos seus remates. Quando o Zivanovic se fez à bola já ela tava lá dentro. Lembro-me perfeitamente do comentário do Gabriel Alves a esse golo: “Só Isaías!”.Outro foi com o porto, em 94/95, estávamos a perder 1-0, com golo do Yuran, e aos 89 minutos o Isaías recebe a bola a meio do meio-campo do porto, olha pá baliza e remata com o pé esquerdo. O baia bem se esticou.
Tenho saudades do Isaías, do Magnusson, do Valdo, do Paneira, do Thern, do Pacheco, do Ricardo, do Mozer, do Yuran, do Veloso, mas os tempos são outros, e temos de apoiar os que cá temos. Para mim, actualmente, é muito mais difícil identificar-me tanto com um jogador como acontecia na altura, talvez porque também os jogadores não têm tempo para se identificarem com o clube, mas são estes que cá temos, são estes que temos de apoiar.
Viva o Benfica, parabéns e continuem com o bom trabalho.

Anónimo disse...

muito dificilmente voltaremos a ter jogadores assim!o Simão foi dos poucos que conseguiu igualar jogadores destes..

faria disse...

eu nessas brincadeiras tambem era sempre o Isaías... que saudades desses remates... lembro me de um jogo contra o FCP ja na era do artur jorge (esse destruidor da mistica benfiquista) em que ele fez 3 remates ha baliza... um fora, outro uma grande defesa de baía e o ultimo.. bem o ultimo foi golo... golo de Isaìas que nos deu o empate. Pena foi ter de o ver jogar no campomaiorense...

andrew disse...

Como se fosse hoje o meu ídolo de infância!Tanto nome chamei aquele Artur Jorge, quando variadissimas vezes o deixava no banco, vi muito poucos como ele no benfica!Do outro mundo!O melhor que me lembro dele foi um golo ao E.Amadora antes do meio campo, no minimo genial!!!!

Ze disse...

ola familia gloriosa,,,,,ISAIAS foi o meu idolo na adolescencia a par de outros mas isaias marcou me e deu me muitas alegrias..uma noite memoravel em paços de ferreira -MOZER-ISAIAS-que força e talento-em londres mais uma vez -ISAIAS-KULKOV-IURAN.ALVALADE-ISAIAS-JOAO PINTO-fikei triste pela maneira q foi mandado embora..ja ouvi umas declaraçoes do isaias depois dakela saida --ele so diz ;NAO GUARDO NENHUMA MAGOA ANTES PELO CONTRARIO GUARDO AS MAIS FELIZES RECORDAÇOES DA MINHA VIDA..BENFICA NAO È DAMASIO BENFICA È O POVO...felizes daqueles que o viram a jogar,quando tudo corria mal tinhamos sempre a esperança no profeta-ISAIAS MERECES SER SEMPRE RECORDADO PELA FAMILIA BENFIQUISTA MARCASTE UMA GERAÇAO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES,TODOS SONHAVA MOS SER COMO TU...abraço pa familia BENFIQUISTA

Carlos disse...

Ola sou familiar do Isaías e o mesmo agradece todo apoio e carinho na Nação Benfiquista, estou enviando esse comentário para anunciar aos amigos que os filhos do Isaias estão jogando como o pai e que breve, breve, se Deus quiser estarão ai em Portugal dando várias alegrias aos Portugueses, quem tiver algum contato em times ai de pourtugal pode me add no msn pois os mesmos prescisam de uma oportunidade para mostrar o futebol em algum clube ai, meu e-mail é calexandresc@msn.com e meu telefone é 22 9800-2060, abraçosss!

Mauricio disse...

Passados 7 anos após a publicação deste post, tive oportunidade de o ler. Este Isaías era também o meu herói de infância! Num futebol moderno onde todos os heróis são insufláveis, é sempre bom recordar aqueles que duram para a eternidade. Para quem teve o previlégio de nascer em 79, acompanhar os anos 80 em diante, contam-se pelos dedos de uma mão os jogadores dignos de registo nas restantes décadas, após isaías, João Pinto, thern, Rui costa, mozer,...poborsky, micolli, gaitan, enzo perez...e mesmo assim, ainda hoje questiono se estes últimos algumas vez sentiram o Benfica como acredito que todos os outros sentiram. Amo demais o Benfica! As minhas maiores saudações!